quinta-feira, 20 de novembro de 2014

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Entrega de trabalhos

Entusiasmados com o terreno de Alfama, os vários grupos de jovens antropólogos por lá têm andado. Tem sido extraordinária a colaboração de uma antiga presidente da junta de freguesia de Santo Estêvão, D. Lurdes Pinheiro, a abrir portas - literal e metaforicamente - a grande parte dos grupos. Os temas são variados, entre as histórias de família, as peixeiras, as costureiras do bairro, os estivadores (com outro pessoal portuário e que se dedica/dedicava a outras tarefas no rio), os turistas dos cruzeiros e o seu impacte no bairro, a nova fase da turistificação (com os designados «alojamentos locais» e os tuc-tucs) e alguns lugares da sociabilidade de bairro, como as associações e as tabernas. Avaliados os projetos e construído o guião de trabalho, mão à obra! Atendendo ao calendário escolar deste ano, a data limite para entrega dos trabalhos será 12 de Dezembro de 2014, até às 18 horas.

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Ida a Alfama na quarta feira à noite e nova reunião, na 5ª Fª

Caros alunos, hoje reuni com alguns às 18 horas e ficou combinado algum trabalho para os próximos dias. Assim, no dia 29, às 20h30, encontramo-nos na saída da rua do Crucifixo da estação do metro Baixa-Chiado. Daí, seguimos para Alfama, onde teremos uma reunião com a antiga presidente da junta de freguesia de Santo Estêvão, D. Lurdes Pinheiro, que fornecerá contactos para os trabalhos de terreno que têm em curso. Se não podem ir todos, pelo  menos cada grupo deve fazer-se representar por algum elemento. Por outro lado, explorando o que propõem nos vossos projectos, convoco uma reunião para dia 30, das 12 às 14 horas, na sala 303, no piso 3 da Torre A, onde todos os grupos que estão a realizar trabalho de terreno devem fazer-se representar.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Temas a preparar para o mini-teste

Caros estudantes, na próxima semana haverá mini-teste, sem consulta. Os três temas que devem preparar (dos quais escolherei dois, devendo cada um ser desenvolvido, num texto enxuto, em duas páginas) são:
1. Fado: processos, contextos, práticas e patrimonialização
2. Antropologia retrospetiva em Portugal, entre o rural e o urbano: os trabalhos de Inês Fonseca, Sónia Almeida e Sónia Ferreira
3. Bairros e expressividades urbanas: as marchas e o fado

Bom trabalho

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Em Alfama




De visita a Alfama com os estudantes de Antropologia Portuguesa Contemporânea. Começamos pela sala de visitas que é o Largo do Chafariz de Dentro - onde voltaríamos para visitar o Museu do Fado.

Depois, pelos becos, pelos largos, as calçadas, as escadinhas, as calçadinhas, as ruas, fomos a caminho da igreja de Santo Estêvão. O rio até cegava, num dia de sol daqueles que tornam Lisboa na «cidade branca» de Tanner. Até tivemos direito a um engarrafamento de tuk-tuks, com o protesto de várias moradoras.
 Depois de uma espécie de piquenique no miradouro de Santa Luzia, descemos de novo as ruas do bairro, até ao Museu do Fado. Havemos de voltar, muitas vezes, ao longo dos próximos meses, porque este ano os estudantes farão aqui um trabalho de terreno.


quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Já que vamos trabalhando no bairro

Pode ser interessante perceber o fenómeno de gentrificação. Ver, no facebook isto. Um site que pode ser útil sobre a airbnbização de Alfama: aqui.

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Vamos aos fados?

E pronto, aqui vamos nós, iniciar uma investigação no bairro de Alfama, onde estaremos amanhã, ainda em passeio de reconhecimento pelo bairro e em visita ao Museu do Fado.
No âmbito do trabalho de terreno em Alfama, não podemos perder as próximas eliminatórias da «Grande Noite do Fado» de Santa Maria Maior. No próximo domingo, a partir das 15, na Sociedade da Boa União, no Beco das Cruzes, 9. Na semana seguinte, no dia 19, aí vamos nós até ao Grupo Sportivo Adicense, na Rua de S. Pedro, 20.